Como eliminar culotes

Culotes resistentes? E agora? Lipoaspiração!

Você sofre com aquelas gordurinhas nos culotes?

Todas as roupas que você coloca sente que fica mais avantajado?

Se sim, saiba que isso é uma coisa normal e que muitas mulheres têm – não se sinta sozinha!

Porém, caso você já tenha feito de tudo: academia, corrida, musculação… e de jeito nenhum conseguiu “acabar” com elas, saiba que a lipoaspiração pode ser uma opção!

Mas antes de explicar como a lipoaspiração pode ajudar contra os culotes, eu irei explicar tudo o que você precisa saber sobre essa gordura que se forma na lateral das coxas.

Bom, vamos lá… para começar:

O que é culote?

O culote nada mais é do que a gordura que se acumula na região lateral da perna, em algumas mulheres ao decorrer do momento que ela engorda, ela fica mais visível, porém, se engana quem pensa que só mulheres mais gordinhas têm culote, as mulheres magras também possuem essa “bendita” gordura, mesmo que seja em uma quantidade menor.

como acabar com o culote

Por que o culote se forma?

Os culotes se formam em grande parte devido aos hormônios femininos como, por exemplo, o estrogênio que em excesso aumenta a captação de gorduras pelo corpo e, como resultado, há um aparecimento ou aumento dos culotes.

Mas, também há alguns outros motivos que são responsáveis pela formação dessa gordura lateral da coxa, que são eles:

  • Genética: a genética é um fator que contribui, e muito, para a formação dos culotes. Caso a sua mãe, avós, irmãs ou mesmo tias tenham culote, as chances de você ter são maiores;
  • Alimentação: a alimentação é outro fator muito importante em relação ao aparecimento dos culotes que ainda é pouco discutida, mas de extrema importância, pois se você possui um hábito alimentar ruim com muita fritura, massas… haverá um acúmulo de gordura muito grande no seu corpo, principalmente nas coxas, que é onde o culote se forma.

culote como acabar?

Mas afinal, quais são todos os tipos de culote?

Basicamente, existem 4 tipos diferentes de culotes:

Culote Fibroso: o culote fibroso é aquele mais durinho, essa rigidez do tecido acontece porque há um espessamento das fibras que estão localizadas na camada mais profunda da pele.

Culote menos fibroso: o culote mais “molinho” é aquele menos fibroso, geralmente surge de uma forma bem suave.

Culote não-flácido: o culote não-flácido possui um tecido mais “grosso” e mais duro. Esse é o culote mais difícil de ser removido sem o auxílio de cirurgia plástica.

Culote flácido: o culote flácido tem um tecido mais mole, e em grande maioria é bem avantajado.

Como se formam os culotes?

Existem várias razões para o culote se formar, conforme já explicado, mas essa gordura localizada geralmente é causada por uma má alimentação, devido ao acúmulo de gordura que essa alimentação ruim causa, e genética.

Bom, agora que já entende bem sobre essa gordura chamada: culote, chegou a hora de entender…

Como a lipoaspiração pode ajudar contra o culote?

A lipoaspiração é uma cirurgia plástica indicada para retirar o excesso de gordura localizada em determinadas regiões do corpo, como: barriga, culotes, flancos… ajudando a melhorar o contorno corporal, por isso, é uma ótima opção para retirar essa gordura localizada do culote.

A lipoaspiração de culote não tem essa finalidade: eliminar celulites e nem perder peso, no caso da lipo no culote, o objetivo é unicamente reduzir medidas na lateral das coxas, mas é claro que pode ocorrer sim de algumas celulites serem eliminadas com a realização do procedimento, mas sempre lembrando que será em pouquíssima quantidade.

Eaí, ainda têm dúvidas sobre os culotes resistentes e lipoaspiração de culote? Agende a sua avaliação comigo clicando aqui

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de participar?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *