mamoplastia redutora

Mamoplastia Redutora: Para que serve? Como é feita? Para quem é indicada?

De um lado, uma parcela de mulheres que deseja ter seios maiores e recorre ao silicone; de outro, aquelas que possuem seios volumosos e sonham com a redução deles.

Independente de que lado você esteja, a verdade é que é importante estarmos bem com o nosso corpo. E no caso dos seios grandes, nem sempre é só questão de estética, já que eles podem desencadear problemas posturais e dores nas costas em função do peso mamário.

Uma das alternativas para esse problema é a mamoplastia redutora, cirurgia indicada para pacientes, com objetivo de tornar as mamas mais harmoniosas com o restante do contorno corporal e trazer mais conforto.

Mas como é feita a mamoplastia redutora?

Esse procedimento, que também é conhecido como cirurgia de redução de mamas, envolve a retirada de excesso do tecido mamário, gordura e pele, reduzindo e reposicionando as mamas, que normalmente são bastante caídas, justamente pelo excesso de peso.

A técnica usada para reduzir o tamanho de seus seios será determinada por suas particularidades anatômicas, composição da mama, quantidade de redução desejada, suas preferências pessoais e aconselhamento do cirurgião plástico.

O tamanho final das mamas leva em conta o tamanho desejado e o biotipo da paciente.

mamoplastia redutora

Mas e o corte? Como ele é feito?

Na mamoplastia redutora, temos três opções de incisão: Padrão circular em torno da aréola. As linhas de incisão que permanecem são visíveis e as cicatrizes permanentes; Padrão de fechadura ou forma de raquete, com uma incisão ao redor da aréola e, verticalmente, para baixo, até o sulco da mama; e tem o Padrão de incisão em forma de T invertido ou de âncora.

As suturas são realizadas em camadas profundas dentro do tecido mamário para criar e sustentar os seios; suturas, adesivos, pele e/ou fita cirúrgica podem fechar a pele.

A cirurgia deixa cicatrizes?

Sim e elas geralmente ficarão localizadas em torno da aréola e na porção inferior da mama, formando um T invertido. Mas fique tranquila! As cicatrizes ficam escondidas sob a roupa íntima ou biquíni e com o passar do tempo, tendem a melhorar significativamente.

Certo, e quais os cuidados no pós-operatório?

É importante que você use a malha pós-operatória por, no mínimo, um mês após a cirurgia redutora.
Outra recomendação muito importante é quando ao cuidado ao movimentar os braços no primeiro mês após a cirurgia. Evite também esforço físico e dormir de lado. Cuidados com a higiene do local também são imprescindíveis para a perfeita cicatrização.

Os resultados da mamoplastia redutora demoram a aparecer?

Os resultados da cirurgia de redução de mama são imediatamente visíveis. Com o tempo, o inchaço diminui.

E se eu engordar, os seios podem aumentar de novo?

Quando ocorre aumento de peso, as células de gordura aumentam de volume. Sendo assim, a gordura presente nas
mamas também sofrerá aumento de volume mesmo após o procedimento. Portanto, você deve manter seus cuidados com alimentação e exercícios físicos para preservar o resultado de sua mamoplastia redutora.

Entendi Dr., mas para quais casos ela é indicada?

A mamoplastia redutora geralmente é indicada para pacientes com sintomas como dores nas costas e nos ombros, mas, também para quem tem dificuldade de encontrar roupas adequadas ou sofre com problemas de autoestima por conta dos seios grandes.

mamoplastia redutora

No entanto, a cirurgia deve ser feita por mulheres com mais de 17 anos de idade, pois a partir dessa fase, a mama já se desenvolveu por completo. Se a cirurgia for feita antes, a paciente corre o risco de ter de fazê-la novamente, já que a mama tende a crescer até estacionar definitivamente.

Se tiver alguma dúvida sobre o assunto: mamoplastia redutora agende a sua avaliação comigo clicando aqui!

E aproveite para seguir me seguir nas redes sociais, clicando aqui, e ficar por dentro das novidades.

 

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Gostaria de participar?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *